world conect

MP aciona plano de saúde por deixar pacientes com câncer sem tratamento em MT

Por Redação em 29/07/2021 às 00:45:23

O Ministério Público do Estado (MPMT) ingressou com uma ação contra a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas (Unimed do Brasil) por supostamente “dificultar” o tratamento de pacientes com câncer que utilizam seus planos de saúde. Na avaliação do órgão ministerial, a organização rescindiu sem justificativa um contrato de prestação de serviços com a Oncomed, que oferece serviços de radioterapia e quimioterapia a pessoas diagnosticadas com tumores malignos.

De acordo com a ação ingressada pelo MPMT, a Unimed tem negado a cobertura de tratamentos que envolvam radioterapia e radiocirurgia, e “dificultado” a terapia em sistema multidisciplinar, oferecido pela Oncomed, para a realização de quimioterapia. Os autos informam que a Cooperativa rescindiu o contrato com a clínica, de forma unilateral, no dia 14 de dezembro de 2020.

“A ruptura contratual desnecessária tem ocasionado consequências danosas incomensuráveis para os usuários dos planos oferecidos pela Unimed Cuiabá os quais, de um instante para outro, além do sofrimento de se conviver com uma doença potencialmente letal, tiveram o tratamento multidisciplinar interrompido, com consequente possibilidade de agravamento dos riscos de recuperação dos pacientes”, diz o MPMT.

A ação relata também que a “má prestação do serviço” já vitimou pelo menos uma pessoa, identificada como A.C.S.A, que faleceu em meio ao trâmite de seu pedido para tratamento contra câncer na Unimed – ao final, negado pela cooperativa. O MPMT revela que um dos tipos de tratamento de radiocirurgia, chamado de “acelerador linear”, é realizado por um equipamento que somente a Oncomed possui no Estado de Mato Grosso, e que pacientes que utilizam os planos da cooperativa que precisam de tal tecnologia precisam agora ir até Brasília (DF).

“Como a empresa descredenciada é a única a possuir o aparelho no Estado de Mato Grosso, após desligá-la do rol de prestadores, de fo...

Fonte: www.folhamax.com.br

Comunicar erro

Comentários

KBOX TV